últimas notícias
Saúde autorizou mais 650 leitos de unidades de UTI adulto
Saúde autorizou mais 650 leitos de unidades de UTI adulto
Foto: Marcelo Pereira/Secom

Hospital Vila Santa Catarina recebe 40 leitos de UTI para Covid-19

Prefeitura de SP entregou leitos nesta segunda; 240 profissionais irão trabalhar nos novos leitos, que serão geridos pelo Albert Einstein

A Prefeitura de São Paulo entregou nesta segunda-feira 40 novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Hospital Municipal Vila Santa Catarina, na zona sul da Capital. A ação contou com um investimento de R$ 22,5 milhões, numa força-tarefa entre o município e a iniciativa privada.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, a construção dos 40 leitos de UTI teve início em março deste ano e foi concluída em 37 dias. No local, o público é atendido exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sob gestão e operação da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.

Cerca de 240 profissionais irão trabalhar nos 40 novos leitos de UTI, que estão instalados no bloco F da unidade hospitalar, com área total de 1.064 metros quadrados, que também oferece tratamento a pacientes oncológicos diagnosticados com Covid-19.

“Estamos aqui e, juntos com a iniciativa privada, cumprindo essa missão do prefeito [Bruno Covas] de entregar mais 40 leitos para cidade”, disse o prefeito em exercício, Ricardo Nunes (MDB).

"Esses novos 40 leitos são importantes para este período de pandemia, mas ficarão disponíveis para a população no futuro. Serão leitos permanentes para o município, que tem estruturado a sua rede para um atendimento cada vez mais qualificado aos usuários SUS da cidade de São Paulo", disse o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

O Hospital Municipal Vila Santa Catarina trata pacientes encaminhados pela regulação do município e é referência para a rede SUS na Capital, realizando cirurgias bariátrica, urológica e vascular, além de oferecer atendimento especializado em oncologia, maternidade de alto risco e pediatria, incluindo uma UTI pediátrica, referência em hemodiálise.

A iniciativa contou com a parceria das empresas Gerdau, BTG Pactual, Suzano, Península Participações, Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (que administra o equipamento exclusivamente em sistema SUS, desde 2015) e a Prefeitura de São Paulo.

Comentários

Tops da Gazeta