Publicidade

X
NOVO PROTOCOLO

SP solicita à Saúde redução do tempo de isolamento para infectados por Covid

A gestão municipal solicitou ao ministro Marcelo Queiroga que o período de isolamento seja reduzido de 14 para 5 dias

Publicidade

Movimentação de pessoas em estação da CPTM em São Paulo / RIVALDO GOMES/FOLHAPRESS

A prefeitura de São Paulo solicitou ao Ministério da Saúde nesta quinta-feira (6) que o tempo de isolamento para pessoas assintomáticas com Covid-19 possa ser reduzido para 5 dias. Atualmente este período é de 10 a 14 dias e, segundo a proposta, permanecerá sendo recomendado apenas para os casos sintomáticos da doença.

O tempo de isolamento de até cinco dias é uma recomendação do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), órgão de saúde dos Estados Unidos, e que tem sido usado desde dezembro.

Na prática, caso o pedido da gestão municipal seja acatado, a cidade de São Paulo teria um protocolo próprio e passaria a recomendar um período de isolamento diferente do usado no restante do Estado. O texto conta com informações do g1.

A solicitação da gestão Ricardo Nunes (MDB) se baseia em estudos científicos que mostram que a transmissão da doença ocorre apenas nos primeiros dias após a infecção pelo vírus, "geralmente 1 ou 2 dias antes do início dos sintomas e 2 ou 3 dias depois", conforme informações do CDC.

Enviado ao ministro Marcelo Queiroga, o pedido de redução do período de isolamento argumenta que a "vacinação em massa já refletiu concretamente no baixo número de pessoas que apresentam sintomas e gravidade da doença provocada pela Covid".

A prefeitura alega ainda que 103% da população com mais de 18 anos da Cidade já foi imunizada com as duas doses ou com a dose única do soro antiCovid. Outro argumento utilizado em defesa da nova medida está relacionado ao suposto impacto econômico causado pelo longo período de afastamento do trabalho.

Nesta quarta-feira (5), a cidade de São Paulo registra 134 pessoas internadas com Covid, sendo 37 em Unidades de Terapia Intensiva e (UTIs) e 97 em enfermarias. O tempo de espera por atendimento nas unidades de saúde da Capital é de até seis horas.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

INVESTIGAÇÃO

Venda de espaços em feirinha do Brás tem ligação com PCC, diz polícia

Uma operação contra as atividades de organizações criminosas está sendo realizada nesta segunda-feira na região de comércio popular

POLÍTICA E UNIVERSIDADE

Lula e Haddad darão aula aos alunos da USP nesta segunda-feira

Os candidatos do PT à Presidência e governo do Estado falarão aos estudantes às 17h

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software