X

ELEIÇÕES 2024

Datena já se aproximou de 10 partidos, mas sempre voltou atrás; agora vai?

Presidente do PSDB-SP voltou a confirmar à coluna que o apresentador José Luiz Datena é, de fato, pré-candidato à prefeitura da Capital

Bruno Hoffmann

Publicado em 31/05/2024 às 13:15

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

José Luiz Datena é pré-candidato à Prefeitura de SP pelo PSDB / Reprodução

O presidente do diretório paulistano do PSDB, José Aníbal, voltou a confirmar à coluna nesta semana que o apresentador José Luiz Datena (PSDB) é, de fato, pré-candidato à prefeitura da Capital. O jornalista migrou do PSB para o atual partido em abril, e era visto como um provável vice da deputada Tabata Amaral (PSB).

Datena, porém, recuou e lançou a própria pré-candidatura, a partir de uma articulação comandada por Aníbal. Só resta saber se agora o desejo vai até o fim.

O apresentador da Band já ensaiou quatro vezes ser candidato (em 2016 à prefeitura da Capital, em 2018 ao Senado, em 2020 a vice-prefeito e em 2022 novamente ao Senado), mas sempre voltou atrás.

Sem nunca ter colocado seu rosto nas urnas eletrônicas, Datena já foi filiado ou se aproximou de PT, PSC, PSL, PSD, PP, DEM, MDB, PDT, PSB e, agora, PSDB.

GCM de Osasco

Pré-candidato à prefeitura, o deputado estadual Emídio de Souza (PT) disse ter sido alvo de gás de pimenta e empurrões por dois GCMs de Osasco na última quarta-feira (29) após um ato político no bairro Jardim Rochdale.

O parlamentar explicou que o caso ocorreu após sair em defesa de um jovem negro de 16 anos que havia sido abordado de forma “truculenta” pelos GCMs. “Me jogaram gás de pimenta, me empurraram e me ameaçaram. Uma coisa completamente inaceitável”, disse Emídio.

Defesa da prefeitura

Contatada pela coluna, a Prefeitura de Osasco defendeu que os GCMs faziam uma averiguação padrão contra o adolescente “quando houve a interferência de terceiros”, provocando a confusão. A gestão defendeu que os agentes agiram na legalidade, mas anunciou que, “para garantir a transparência", a Corregedoria Municipal vai apurar o caso.

Segurança

A deputada federal Rosana Valle (PL-SP) protocolou nesta semana um projeto de lei que aumenta a pena para roubo e furto de celular no Brasil. Para o caso de roubo, o autor do crime poderia ficar até 15 anos preso caso o projeto seja aprovado. “Este tipo de crime não pode continuar compensando no Brasil”, defendeu a parlamentar.

Bolsonaristas de Guarulhos

O Democracia Cristã (DC) resolveu migrar para a pré-candidatura de Lucas Sanches (PL) em Guarulhos. A legenda apontava até então que iria apoiar Jorge Wilson Xerife do Consumidor (Republicanos), mas anunciou a mudança nesta semana.

Os dois pré-candidatos disputam o título de “pré-candidatura bolsonarista em Guarulhos” para atrair votos de admiradores do ex-presidente. O líder constante de todos os levantamentos é o ex-prefeito Elói Pietá (Solidariedade), que até o início do ano era filiado ao PT.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

NESTA QUARTA

Autódromo de Interlagos recebe Dia do Motorista de App em SP

Evento terá show de Netinho de Paula, carros clássicos, foodtrucks e brinquedos para as crianças

FUGA E TIRO

Motociclista foge e é baleado na nuca por PM no interior de SP

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter