últimas notícias
Bruno Hoffmann
Coluna
Eliane é conhecida por ter comandado o serviço SOS Racismo, da Alesp
Eliane é conhecida por ter comandado o serviço SOS Racismo, da Alesp

Eliane Dias recusa convite de Suplicy para ser pré-candidata

A empresária recusou a proposta por achar que seria melhor o partido se planejar com antecedência para incentivar que mais mulheres disputem eleições

Na semana passada esta coluna antecipou que Eduardo Suplicy iria convidar, em suas palavras, “uma mulher negra” para disputar as prévias do PT para a pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo nas eleições de 2020. O vereador revelou o nome da escolhida na quinta-feira (16). Trata-se da advogada e empresária Eliane Dias, conhecida por ter comandado o serviço SOS Racismo, da Assembleia Legislativa de São Paulo, e por organizar a carreira do grupo Racionais MCs. Pelo convite, o vereador seria vice da chapa encabeçada por Eliane. Ela se disse lisonjeada, mas recusou a proposta por achar que seria melhor o partido se planejar com antecedência para incentivar que mais mulheres disputem eleições. Com isso, Suplicy vai concorrer como pré-candidato nas prévias petistas, ao lado de Jilmar Tatto, Alexandre Padilha, Carlos Zarattini, Paulo Teixeira, Nabil Bonduki e Zazá.

O favorito.

Jilmar Tatto é o favorito a ser escolhido como pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo PT. Estão também na briga Alexandre Padilha e Eduardo Suplicy, que tem a seu favor o fato de ser o mais midiático entre todos. Já os nomes de Nabil Bonduki, Carlos Zarattini, Zazá e Paulo Teixeira são considerados azarões. As prévias petistas estão marcadas para 15 de março.

Campinas.

O edifício do Campinas Palace Hotel vai passar a ser comandado pela Prefeitura de Campinas. O local estava abandonado havia 16 anos e, segundo os moradores, deixava a paisagem do centro mais feia. A gestão municipal não sabe se utilizará o imóvel ou se apenas vai emparedá-lo, para evitar invasões. Os proprietários têm ainda três anos para tentar reaver o prédio. De acordo com a prefeitura, a dívida tributária já chega a R$ 42 milhões. As informações são do “Correio”.

24, sim.

A clássica estátua de Pelé no bairro da Aparecida, em Santos, amanheceu vestida com uma camisa amarela de número 24 na quinta-feira (16). O grupo que realizou a ação fez um protesto contra a homofobia no futebol. Em um caso recente, o volante Victor Cantillo foi apresentado no Corinthians com a camisa 8, em vez da 24, que usava nos tempos de Colômbia. O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, foi flagrado dizendo: “24 aqui, não”. Vários clubes vetam que seus jogadores usem a 24, que simboliza o veado no jogo do bicho.

Metrô.

O governo de São Paulo anunciou na sexta-feira (17) a retomada das obras para a extensão da Linha 2-Verde, que estava prevista para ser inaugurada em 2013 por outras gestões tucanas. Com uma mudança: a linha agora chegará só até a Penha, na zona leste da Capital, e não mais à cidade de Guarulhos, como previsto no projeto inicial. De acordo com o governador João Doria (PSDB), a extensão da linha será entregue entre 2025 e 2026. Ele também se defendeu dos atrasos nas obras: “Não respondo pelo passado”.

“Botequeiro de quinta categoria”

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) ao falar da forma de se expressar do presidente Jair Bolsonaro, em entrevista à “CBN”; ela também disse se arrepender do apoio dado ao então candidato nas eleições de 2018.

Comentários

Tops da Gazeta