Publicidade

X

ESPORTES

Na estreia, Suíça domina Filipinas e vence na Copa Feminina

Bachmann marcou para a Suíça, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Piubel anotou o segundo tento, aos 19 minutos do segundo tempo

Folhapress

Publicado em 21/07/2023 às 09:45

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A Suíça bateu a seleção de Filipinas por 2 a 0, nesta sexta-feira (21) / Reprodução - Cazé TV

A Suíça bateu a seleção de Filipinas por 2 a 0, nesta sexta-feira (21), pela primeira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo Feminina.

Bachmann marcou para a Suíça, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Piubel anotou o segundo tento, aos 19 minutos do segundo tempo.

A vitória coloca a Suíça na liderança do Grupo A, com os mesmos três pontos da Nova Zelândia as suíças estão na frente devido ao saldo de gols, enquanto as Filipinas sofrem uma derrota que as deixa com 0 ponto, ao lado da Noruega.

COMO FOI O JOGO

No início do jogo, as Filipinas começaram bem e conseguiram balançar a rede aos 15 minutos, com Guillou recebendo uma ligação direta após uma falha de Maritz. No entanto, o gol foi anulado devido a um impedimento marcado pela bandeirinha.

A Suíça aproveitou sua posse de bola durante o jogo e criou várias chances de gol. Aos 36 minutos, Crnogorcevic recebeu um cruzamento de Piubel na entrada da pequena área, mas mandou a bola por cima do travessão em uma chance claríssima.

Aos 43 minutos, a árbitra foi chamada ao monitor para revisar uma disputa entre Cowart e Sow dentro da área. Após análise do VAR, foi marcado o pênalti a favor da Suíça, pois a zagueira filipina atingiu a adversária de forma faltosa. Bachmann cobrou o pênalti, aos 44 minutos, e abriu o placar com muita categoria, deslocando a goleira McDaniel.

Na segunda etapa, a superioridade suíça se manteve e as Filipinas tiveram dificuldades para atacar. Aos 19 minutos, Reuteler invadiu a área pela esquerda e cruzou rasteiro, resultando em uma defesaça de McDaniel em finalização de Crnogorcevic. Sow também teve uma chance, mas parou novamente na goleira. No segundo rebote do lance, Piubel apenas teve o trabalho de mandar para o fundo do gol, fechando o placar em 2 a 0 para a Suíça.

FILIPINAS
McDaniel (Bolden); Cowart, Long, Harrison e Barker; Sawick, Eggesvik (Serrano), Beard e Quezada (Flanagan); Guillou e Bolden. Técnico: Alen Stajcic.

SUÍÇA
Thalmann; Stierli, Maritz, Buehler e Aigbogun; Reuteler (Terchoun), Sow, Waelti (Mauron) e Piubel (Riesen); Bachmann (Lehmann) e Crnogorcevic. Técnico: Inka Grings.
Estádio: Forsyth Barr Stadium, em Dunedin (Nova Zelândia)
Público: 13.711 pessoas
Árbitro: Vincentia Amedome (Togo)
Cartões amarelos: Harrison (Filipinas); Bachmann e Maritz (Suíça)
Gols: Bachmann (SUI), aos 45 minutos do primeiro tempo; Piubel (SUI), aos 19 minutos do segundo tempo

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SEGURANÇA PÚBLICA

Sindicato protesta contra Derrite por exclusão da Polícia Civil de operação em SP

Presidente do sindicato dos delegados disse que decisão de Derrite de dar mais protagonismo à PM em detrimento à Polícia Civil pode 'fragilizar a estrutura policial'

Programa Jovem Aprendiz

Em busca do primeiro emprego? Empresa Raízen está com 240 vagas abertas

Interessados em se candidatar devem ter entre 16 e 21 anos; não é necessário ter experiência prévia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter