últimas notícias
Toque de recolher entre 20h e 5h permanece valendo no estado de São Paulo; os cultos religiosos presenciais também seguem vetados
Toque de recolher entre 20h e 5h permanece valendo no estado de São Paulo; os cultos religiosos presenciais também seguem vetados
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Fase emergencial da quarentena entra em vigor em todo o estado de SP

Governo instituiu toque de recolher das 20h às 5h e excluiu serviços da lista de essenciais; medidas devem permanecer até 30 de março

A fase emergencial, que prevê regras mais rígidas do que a fase vermelha da quarentena, entrou em vigor nesta segunda-feira (15) em todo o estado de São Paulo e deve permanecer até o dia 30 de março.

Pela nova regra, haverá "toque de recolher" entre 20h e 5h, indicando que as pessoas permaneçam em casa no período. A medida é similar à que já estava em vigor, mas inicialmente denominada "toque de restrição".

O governo do estado afirma, porém, que a mudança não é apenas simbólica: irá intensificar a fiscalização do tráfego, com aumento de operações da Polícia Militar nas ruas e a possibilidade de interpelar as pessoas nas ruas e orientar a voltarem para casa.

Leia mais: 

Na fase emergencial ficam suspensas celebrações religiosas e esportivas coletivas, e uso de praias e parques. Alguns setores e serviços, que tinham autorização para funcionar durante a fase vermelha, foram proibidos de operar até o final do mês, como lojas de materiais de construção e a retirada presencial de mercadorias e alimentos nas lojas.

Para as empresas foi determinado o home office para as atividades administrativas dos setores não essenciais, e o governo recomendou o escalonamento do início do expediente para diminuir aglomerações no transporte público.

A expectativa é de conter o avanço do número de casos e mortes provocadas pelo novo coronavírus, elevando o índice de isolamento social para mais de 50%, com a remoção temporária de 4 milhões de pessoas de circulação nas cidades.

TRENS LOTADOS. 

Os trens de São Paulo registraram aglomerações e as plataformas ficaram cheias na manhã desta segunda-feira (15). 

Na semana passada, quando foi anunciado o endurecimento das regras da fase vermelha, o governo de São Paulo recomendou escalonamento do horário de entrada de funcionários - na indústria, das 5h às 7h, no comércio, das 9h às 11h, e, no setor de serviços, das 7h às 9h, para evitar aglomerações.

Entretanto, usuários do transporte público seguem enfrentando lotações.

Comentários

Tops da Gazeta