Publicidade

X
PRISÃO DOMICILIAR

Bolsonarista que assassinou petista vai para casa com tornozeleira eletrônica

O policial Jorge Guaranho recebeu autorização para permanecer em prisão domiciliar até que consiga vaga adequada no sistema prisional

Publicidade

O guarda municipal Marcelo Aloizio de Arruda, de 50 anos, foi assassinado durante sua festa de aniversário pelo policial penal bolsonarista Jorge Guaranho (à direita da imagem) / Arquivo pessoal e Reprodução

O policial penal Jorge Guaranho, acusado de ter matado o tesoureiro do PT, Marcelo Arruda, foi autorizado a deixar a Penitenciária Estadual de Foz 2 e cumprir a prisão domiciliar em casa, após receber alta hospitalar, na quinta-feira (10). As informações são do g1.

O crime aconteceu no dia 9 de julho, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Marcelo Arruda foi assassinado a tiros enquanto comemorava o próprio aniversário, que tinha como tema o PT. O acusado é apoiador declarado do presidente Jair Bolsonaro (PL) e não era convidado da festa.

Jorge Guaranho ficou um mês internado, porque Marcelo revidou os disparos e o acertou, afirmam as investigações. Na noite de quinta, o acusado deixou o Hospital Costa Cavalcanti escoltado por carros do Departamento de Polícia Penal do Paraná (Deppen). 

A Justiça determinou que Guaranho permaneça em prisão domiciliar por ter considerado a falta de estrutura apontada pelo sistema penal para abrigar o acusado. 

Com isso, após deixar o hospital, Guaranho foi para a Penitenciária Estadual de Foz 2 e, depois, foi para casa com tornozeleira eletrônica.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

INCLUSÃO

Taboão da Serra realiza eleição para Conselho da Pessoa com Deficiência

No total serão eleitos 20 membros, sendo dez titulares e dez suplentes

Carta pró-democracia

'Sociedade levanta sua voz em defesa da democracia', afirma Simone Tebet

Candidata à presidência, que assinou a carta, também reafirmou que tem compromisso com a democracia e que sua candidatura representa esse ideal

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software