últimas notícias
Unidade de Saúde em Igaratá-SP
Unidade de Saúde em Igaratá-SP
Foto: Prefeitura de Igaratá

Suspeitas de Gripe e Covid multiplicam atendimento na Saúde em Igaratá-SP

Em duas semanas foram atendidos 6,5 mil pacientes, contra uma média de 1,2 mensais nos períodos anteriores

O aumento de casos de resfriados e gripe, incluindo a variante H3N2, e as suspeitas de contágio pela versão ômicron da Covid-19 provocaram o aumento exorbitante na procura pelo Pronto Atendimento Municipal em Igaratá, no interior de São Paulo. 

Somente entre os dias 22/12 e 04/01, foram atendidos 6,5 mil pacientes no local, contra uma média de 1,2 mensais nos períodos anteriores. Já a farmácia atendeu em torno de 2 mil pessoas. 

O número aumentou principalmente devido ao grande fluxo de visitantes que vieram passar as festividades de fim de ano em chácaras de veraneio na Cidade, e tem afetado diretamente o tempo de espera pelas consultas, podendo provocar a escassez de medicamentos em alguns casos. 

Apesar do aumento na procura por atendimento, os casos de Covid, bem como o número de óbitos, não tem crescido no âmbito municipal, sobretudo devido à vacinação. Quase 100% da população local recebeu os imunizantes contra a doença. 

A prefeitura da Cidade reforça, no entanto, que é preciso continuar com as medidas preventivas, entre eles o uso de máscara, de álcool em gel, higienização constante das mãos e não aglomeração.

Comentários

Tops da Gazeta