últimas notícias
Laudo atestou que amostras coletadas no Rio Tietê não apontam nenhuma anormalidade na água escura no trecho da cidade de Salto
Laudo atestou que amostras coletadas no Rio Tietê não apontam nenhuma anormalidade na água escura no trecho da cidade de Salto
Foto: Divulgação/PMS

Morte de peixes no Rio Tietê não foi causada por água preta, diz Cetesb

Laudo da empresa apontou que não há relação entre a coloração da água ou poluição com a morte de sete toneladas de peixe no trecho do Rio Tietê

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) divulgou nesta quarta-feira (13) um laudo que atestou que amostras coletadas no Rio Tietê não apontam nenhuma anormalidade que explique a tonalidade escura da água no trecho que passa por Salto.

De acordo com a análise feita, o índice de oxigênio na água estava dentro do padrão regular e não foi possível identificar as causas da morte de sete toneladas de peixes no córrego Guaraú, afluente do Tietê. As informações são do "G1".

A companhia informou ainda que havia suspeita de que a poluição tivesse provocado a morte dos peixes e a coloração escura da água do Rio Tietê, mas o laudo não comprovou essa hipótese. Por essa razão, ninguém será responsabilizado ou multado pelo problema.

A denúncia de água com tonalidade escura foi feita por moradores no dia 29 de setembro. A anomalia foi observada no trecho do Rio Tietê que passa por Salto, no interior paulista.

Comentários

Tops da Gazeta