últimas notícias
Ao todo, serão investidos US$ 200 milhões (R$ 1,150 bilhão) no programa "Avança Saúde São Paulo" nos próximos cinco anos
Ao todo, serão investidos US$ 200 milhões (R$ 1,150 bilhão) no programa "Avança Saúde São Paulo" nos próximos cinco anos
Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Datafolha: Covas se isola na liderança; Russomanno cai e empata com Boulos e França

A pesquisa foi feita em 3 e 4 de novembro, ouvindo 1.260 eleitores; a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou menos

De acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, o prefeito Bruno Covas (PSDB) se isolou na liderança da corrida eleitoral na cidade de São Paulo, enquanto o deputado federal Celso Russomanno (Republicanos) caiu quatro pontos e agora empata na segunda colocação com Guilherme Boulos (PSOL) e com Márcio França (PSB).

A pesquisa foi feita em 3 e 4 de novembro, ouvindo 1.260 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou menos.

Em comparação à pesquisa Datafolha anterior, de 20 e 21 de outubro, Covas foi de 23% para 28%. Já Russomanno oscilou negativamente quatro pontos, de 20% para 16%.

Com essa queda, Russomanno empata matematicamente no segundo lugar com Boulos, que tem 14%, e com França, que está com 13% da preferência do eleitor.

Russomanno mantém uma alta rejeição ao seu nome. De acordo com o Datafolha, ela começou no fim de setembro em 21%, subindo nos levantamentos seguintes para 29% (5 e 6 de outubro) e 38% (20 e 21 de outubro). Agora, atinge 47%.

Por sua vez, dizem não votar em Covas de forma alguma 25% do eleitora. Rejeitam Boulos 22% e França, 14%.

Depois desses quatro nomes, seguem Jilmar Tatto (PT, com 6% da preferência), Arthur do Val (Patriota, 4%), Andrea Matarazzo (PSD, 3%), Joice Hasselmann (PSL, 3%), Levy Fidélix (PRTB, 1%), Orlando Silva (PCdoB, 1%) e Vera Lúcia (PSTU) e Antônio Carlos (PCO), que não pontuaram.

Comentários

Tops da Gazeta